Um mundo melhor, mais consciente e solidário.

O Movimento Gota D’ Água surgiu da necessidade de transformar indignação em ação. Queremos mostrar que o bem é um bom negócio e envolver a sociedade brasileira na discussão de grandes causas que impactam o nosso país. Utilizamos nossa experiência em comunicação para dar voz aqueles que se dedicam a estudar o impacto que as decisões de hoje terão no amanhã. Apoiamos soluções inteligentes, responsáveis, conscientes e motivadas pelo bem comum. O Gota D’Água é uma ponte entre o corpo técnico das organizações dedicadas às causas socioambientais e os artistas ativistas e você.

BELO MONTE

A primeira campanha do Movimento discute o planejamento energético do país, que pretende construir mais de 50 hidrelétricas na Amazônia, através da análise do projeto da hidrelétrica de Belo Monte no Rio Xingu. O braço técnico desta campanha é composto por especialistas ligados a duas organizações de reconhecida importância para a causa: "Movimento Xingu Vivo Para Sempre" e "Movimento Humanos Direitos".

 

Hoje existem inúmeros caminhos para a geração e disseminação de informação e nossa proposta é usar estas inovações para seduzir e mobilizar a sociedade. A missão do Gota D’Água é sensibilizar a população para causas sociais e ambientais utilizando ferramentas de comunicação em multiplataforma. 

 
Tudo começou com uma gota de esperança, uma boa dose de indignação e a convicção de que nossas escolhas definem o nosso Futuro. Em apenas dois meses, reunimos um grupo de atores e profissionais talentosos, conscientes e corajosos para questionar a construção da hidrelétrica de Belo Monte - a mais agressiva intervenção na maior floresta do mundo!
 

Quando o contador de assinaturas começou a se movimentar de maneira frenética, descobrimos que a nossa sede de participar da discussão sobre os rumos que o Brasil vem escolhendo era a de muitos. Em uma semana alcançamos 1 milhão de assinaturas com uma campanha totalmente independente e sem qualquer apoio financeiro ou institucional.

Nosso trabalho foi alvo de críticas por usarmos uma linguagem simples, leve e irreverente. O que nossos críticos não entenderam é que essa foi uma escolha consciente. Ao simplificar o entendimento de um tema tão complexo e pesado, demos a chance para um maior número de pessoas conhecerem este dilema. A partir de então, levantamos e aprofundamos a discussão, apontando os principais questionamentos e ouvindo as explicações de diversos especialistas no assunto.

 

Quando a revista Veja publicou uma capa reativa ao impacto do nosso movimento, nós estávamos justamente em Altamira, epicentro da confusão. Fomos a convite das lideranças indígenas e tivemos o privilégio de vivenciar a magnitude do rio Xingu e da floresta. E foi pela voz dos moradores daquela região que demos resposta à matéria visivelmente tendenciosa.

PIMENTA NOS OLHOS DOS OUTROS É REFRESCO!

Acesse, assine e apoie esta Causa:movimentogotadagua.com.br/