Natal, no Rio Grande do Norte, tem dromedários, dunas e muitas praias

15/02/2013 14:08


A eficiente rede de hotéis diante do horizonte azul do mar e o conjunto de dunas e lagoas transformados em parques de diversões fazem de Natal um destino de conforto e aventura ao mesmo tempo. O bugue é um dos símbolos da capital do Rio Grande do Norte: o vento no rosto e a diversão ao ar livre também são. Nas praias urbanas, nas praias desertas ou nas montanhas de areia da vizinha Genipabu, palco do exótico passeio de dromedário, multidões de turistas aproveitam as atrações da ?noiva do sol? o ano inteiro.

?Noiva do sol? é título dado à cidade de cerca de 800.000 habitantes por um natalense conhecido em todo o país, o escritor e folclorista Luís da Câmara Cascudo. As primeiras edições de seus livros, objetos, obras de arte sacra e indígena, móveis e lembranças que ele colecionou em viagens pelo mundo podem ser conhecidas em dois casarões: o Instituto Câmara Cascudo e no Memorial Câmara Cascudo. Na capital e em todo o litoral potiguar, o Sol é presença constante e poderosa, como se os primeiros raios atingissem a potência máxima em poucos minutos. O dia fica claro antes das 6h e lá anoitece cedo, em torno das 18h, hora boa e fresca para curtir a iluminação noturna desde a orla e o calçadão da Ponta Negra, na companhia dos últimos banhistas e esportistas do dia.

Praia urbana e vitrine do turismo, a Ponta Negra reúne opções de hospedagem de todos os preços, *(Ver pacotes disponiveis pela My Travel And Cash) das pousadas simples aos hotéis e resorts de luxo com centenas de quartos, em que basta enxergar o tamanho das piscinas em meio a bares molhados e jardins tropicais para relaxar imediatamente. No Alto da Ponta Negra, na vizinhança do Morro do Careca, concentram-se casas noturnas com baladas e música ao vivo de cardápio variado: MPB, forró, jazz, eletrônica, sertaneja... Quem curte dias de sol e noites de som deve conferir também a programação dos clubes e danceterias do bairro Petrópolis e da praia dos Artistas.

Natal é das capitais mais antigas do país, fundada em 25 de dezembro de 1599 em cerimônia na atual praça André de Albuquerque, daí o nome. Data também do final do século 16 o início da construção do Forte dos Reis Magos, uma fortaleza em formato de estrela de cinco pontas que merece ser visitada. Não apenas pela beleza dos mirantes diante do mar, desde a trilha de pedra até o amplo terraço com guaritas e canhões, mas para ouvir as histórias que os guias contam sobre os combates do Brasil Colônia, entre tropas portuguesas e invasoras, e os suplícios a que eram submetidos os prisioneiros. Um trecho da visita guiada que costuma provocar risos nos visitantes lembra que o arquiteto da fortaleza, com suas masmorras e calabouços para morte por afogamento, era um padre católico.

Já no caminho para o Forte dos Reis Magos tem-se uma visão privilegiada de um cartão-postal de dimensões gigantescas inaugurado no final de 2007, a Ponte de Todos Newton Navarro, com sua estrutura e cabos de aço em amarelo reluzente ? não deixa de ser um toque solar vislumbrado mesmo à noite. Ela liga Natal a um importante bairro da zona norte, a Redinha, e também às dezenas de atrações em localidades como Genipabu, Jacumã e cidades de apelo turístico como Touros e São Miguel do Gostoso, esta um novo destino para windsurfistas e kitesurfistas graças à prolongada temporada anual de ventos fortes.

Na margem direita do rio Potengi, já quando as águas desembocam no mar, alinham-se belos mirantes em atrações como o Cais do Porto (o mais próximo da Europa, na América do Sul), o Iate Clube e a Rampa, conhecidos dos visitantes que viajam nos grandes navios que seguem para o arquipélago de Fernando de Noronha e capitais do Nordeste. A Rampa, por exemplo, é uma das marcas da passagem de tropas norte-americanas por Natal na Segunda Guerra, quando ali pousavam os hidroaviões. Uma praia chamada Miami fica a poucos quilômetros do local.

De carro, de bugue ou nas vans das agências de receptivo, vale a pena dedicar uns dias à parte sul da cidade, no rumo de praias menos urbanizadas como Búzios e de um contato mais direto com a natureza nos passeios de escuna que partem de Pirangi do Norte, em Parnamirim, onde foi criado o Parque Ecológico do Maior Cajueiro do Mundo. A copa da árvore não para de crescer, há mais de 100 anos, e já cobre todo um quarteirão, com 8.500 m2. Dá para desbravá-la por baixo, e a sensação é de percorrer uma floresta encantada com milhares de galhos retorcidos vindos de uma planta única, e também comprovar o seu tamanho assustador de cima, num mirante.

Mais ao sul, distante 82 km de Natal, surge a praia de Pipa, em Timbaú do Sul, famosa pela badalação noturna e pelo requinte caribenho de várias de suas pousadas. Quem curte fazer trilhas precisa conhecer o Santuário Ecológico de Pipa, área de 120 hectares de mata atlântica. Na Barra do Cunhaú, a paisagem do mar ganha a companhia dos rios Catu e Curimataú.

Retomando a imagem de Câmara Cascudo, e alastrando-a pelo litoral potiguar, de luz e calor tão intensos quanto o de sua capital, os pratos de camarão serão sempre parte da família da ?noiva do sol?. Por vezes, o primeiro contato com o crustáceo se dá no banho de mar mesmo, pisando no bicho. Cidades do Rio Grande do Norte são pólos de pesca e produtoras do crustáceo em cativeiro. Aproveite a fartura, sinalizada nos bons preços e na lista sem fim de formas de preparar o camarão.

Natal, RN, praia, férias, sol, verão, Brasil, beach, mar, litoral, brasileiro, potiguar, paisagem, lindas, turismo, viagem, viajando, nordeste, viajando sem frescura, deixa de frescura, frescura, fotografia, Nikon, d5000,  Genipabu, jenipabu, bugue, buggy, passeio, romedario, camelo,

Na hora de contratar o passeio de bugue, convém certificar-se sobre o credenciamento do motorista junto aos órgãos de turismo. Percorrer dunas daquela altura, de 40 m, com carro lotado, não é para amadores. E negocie um tempo prolongado de parada nas atrações preferidas: um bar especial diante do mar, uma lagoa, as aventuras exclusivas que são o ?aerobunda? em Jacumã e o passeio de dromedário em Genipabu. O Sol forte de Natal e arredores deixa marcas na pele e saudades também.

 

PORTAIS REGIONAIS

Portal de Turismo - Prefeitura de Natal
turismo.natal.rn.gov.br

Governo do Estado do Rio Grande do Norte
www.rn.gov.br