'É um dia histórico', dizem fiéis na fila de missa do Papa Bento XVI

13/02/2013 13:28

Papa, que deixa o posto em 28 de fevereiro, reza missa no Vaticano.

"É um dia histórico" é a frase mais falada nos mais variados idiomas pelas pessoas que enfrentaram a fila para entrar na Basílica do Vaticano nesta quarta-feira (13) para presenciar uma das últimas missas do Papa Bento XVI, que anunciou na última segunda que vai renunciar no próximo dia 28 de fevereiro.

"Já que estamos aqui não podíamos perder a oportunidade", disse a brasileira Fernanda Felizardo, de 30 anos, que está de férias em Roma com os pais e o namorado. "Ele [Bento XVI] não é muito carismático. Torcemos para o próximo papa ser brasileiro."

Entenda o processo de sucessão de Bento XVI

Amigos de infância, os italianos Luca Fioramonti, de 68 anos, e Mauro Crialese, 67, se encontram toda semana na Cidade do Vaticano para comprar o jornal local "L'Osservatore Romano". "Hoje comprei cinco exemplares para guardar para sempre", contou Luca, mostrando o exemplar com a notícia da renúncia do papa na capa.A fila que organizadamente cotornava toda a Praça de São Pedro não intimidou as pessoas. "Todo mundo que eu conheço está aqui. Até minha filha que não é nada religiosa", disse Mauro. Os primeiros da fila chegaram por volta das 14h locais, 11h em Brasília.

Os amigos italianos Mauro Crialese (à esquerda) e Luca Fioramonti (Foto: Fernanda Kamena/G1)Os amigos italianos Mauro Crialese (à esquerda) e Luca Fioramonti (Foto: Fernanda Kamena/G1)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Fonte: g1.com